Ícaro Lira - Desterro


Ícaro Lira apresenta Desterro, uma série de produções e objetos coletados durante a residência que o artista realizou no litoral sul do Rio Grande do Sul. Durante o projeto Náufrago, Lira percorreu a região em uma espécie de investigação arqueológica focada nos elementos naturais e arquitetônicos dos locais, assim como nas mudanças ocorridas no ambiente. A região do litoral sul do RS é palco de rotas marítimas e eventuais naufrágios, fatos que propiciam alterações espaciais e ambientais na costa. 

A partir dessa ideia, o artista coletou objetos e fez diferentes registros durante o trajeto pelo território gaúcho. O percurso incluiu os municípios de Tavares, Mostardas, São José do Norte, a praia do Cassino, até a região balneária do extremo sul do Brasil, no município de Chuí. Náufrago fez parte do projeto VETOR, lançado pelo Atelier Subterrânea (Porto Alegre), que estimula residências de artistas de outras regiões do Brasil no interior do Rio Grande do Sul.  Além dos objetos, os filmes-diários, cadernos-livros, instalações e fotografias realizadas estarão expostas e contribuem para situar essa investigação.


Em Desterros, Ícaro mantém o diálogo com seus trabalhos recentes, focados em  deslocamento nos quais o olhar atento opera em fragmentos cotidianos. Ao trabalhar dentro do espaço expositivo, o conjunto atua tanto no sentido do objeto, quanto do contexto externo em que se origina a investigação. Desterro não acontece apenas entre quatro paredes, mas pode ser um ponto de partida para pensar o exercício do olhar daquele que sai do domicílio habitual e atenta para o entorno do percurso traçado. 


Ícaro Lira tem 27 anos, nasceu em Fortaleza, e atualmente vive e trabalha em São Paulo. Tem formação em Cinema e Vídeo na Casa Amarela (Fortaleza-CE) e Montagem e Edição de Som, pelo Instituto de Cinema Darcy Ribeiro (RJ). Participou também dos programas Fundamentação e Aprofundamento na EAV do Parque Lage (RJ). Ícaro já realizou diversas exposições coletivas em cidades como Rio de Janeiro, São Paulo, Lisboa e Buenos Aires. Em 2012, teve a primeira exposição individual intitulada "Meu Corpo, Minha Embalagem, Todo Gasto na Viagem" na Galeria SESC-Crato. Atuou em residências artísticas no Uruguai, em Minas Gerais, na Argentina e no Rio de Janeiro, além do PROJETO “ROAD”, que propõe uma itinerância pelo território brasileiro.

Felipe Meres - Encontros de Emergência: Sujeito aos atos de escape


Felipe Meres apresenta Encontros de Emergência: Sujeito aos atos de escape, sua primeira individual no Rio de Janeiro. O artista investiga nessa mostra processos de formação de identidade e traça reflexões acerca da instabilidade constitutiva da categoria "indivíduo". Apresentando vídeos, áudios, projeção de slides e objetos fotográficos, o artista aponta para a subversão de práticas discursivas de reconhecimento social, que precedem e condicionam a formação do sujeito.

“Meus gestos já perderam qualquer força significativa e apenas reproduzo padrões que mal sei de onde vieram. Por favor, olha para mim". Assim enunciam, em um tom vacilante e inseguro, os participantes da vídeo-instalação Olha para mim. A repetição em voz alta de um texto complexo, com o qual os participantes não possuem grande familiaridade, gera gaguejos e risos, evidenciando tanto a falta de desenvoltura na atividade performada, quanto uma leve perturbação em relação ao material que estão ouvindo. 


O vídeo propõe uma investigação sobre processos de identificação e de produção de subjetividade engendrados por encontros afetivos. Neste sentido, são levantados questionamentos  acerca da linguagem como ferramenta discursiva que, através da repetição no tempo, e desdobramentos no espaço, demarca e produz sujeitos. O trabalho propõe testar os limites de compreensão e comunicação do corpo, examinando nas repetições, em suas falhas e pausas, possíveis escapes às formas de categorização e regulação do sujeito.

Nesta primeira individual, o artista aprofunda suas pesquisas sobre gênero e sexualidade, questionando a própria noção de "sujeito" como originária de uma prática discursiva reguladora. Nesses trabalhos, Felipe Meres mostra um olhar atento para contradições constitutivas de nossa experiência – costurando reflexões  acerca do papel das instituições na formação da subjetividade, com enfoque na maneira como operam a partir de encontros afetivos. Não aponta um caminho ideal, mas sinaliza a necessidade de se encontrar, ou melhor, inventar, saídas de emergência.




Felipe Meres tem 25 anos, nasceu em Petrópolis (RJ), vive e trabalha em São Paulo. Tem formação em Artes Plásticas pela FAAP e participou do Experiência, Itaú Cultural (2011) e da Universidade de Verão, Capacete (2012). Realizou diversas exposições coletivas em São Paulo, Reykjavík, Nova Iorque e Buenos Aires. Felipe integra o coletivo Nós-Moçada e em 2012 participou da residência SÍM em Reykjavík e da Residência Temporário, em São Paulo.

Edital NOVÍSSIMOS 2013



Edital NOVÍSSIMOS 2013
Inscrições: de 1º a 26 de abril de 2013

Será realizado no período de 25 de julho a 30 de agosto de 2013 a 43ª edição do Salão de Artes Visuais NOVÍSSIMOS, idealizado e organizado pela Galeria de Arte Ibeu, localizada na sede do Instituto Brasil-Estados Unidos, em Copacabana, no Rio de Janeiro, RJ.

O objetivo de NOVÍSSIMOS é reconhecer e estimular a produção de novos artistas, e com isso apresentar um recorte do que vem sendo produzido no campo da arte contemporânea brasileira.


IMPORTANTE:

1 - As inscrições deverão ser enviadas por Correios (SEDEX/Carta Registrada) ou entregues na portaria do prédio do Ibeu. Não serão aceitas inscrições por email.



2 - O material do artista deverá ser apresentado em formato digital (isto é, gravado em um CD/DVD). Não serão aceitas inscrições em formato impresso (isto é, fotografias e portfolios impressos). Todo o material do artista deve constar no CD/DVD. Leia antentamente o Edital para maiores informações.



O edital e a ficha de inscrição poderão ser obtidos em:

Google Docs:
https://docs.google.com/file/d/0B4jKmpqQp-E3S0NUc29KVHZzS3c/edit?usp=sharing

ISSUU:
http://issuu.com/galeriaibeu/docs/galeriaibeu-edital-novissimos2013?mode=window&viewMode=singlePage

SCRIBD:
http://pt.scribd.com/doc/133400286/GaleriaIbeu-Edital-NOVISSIMOS2013
 


A ficha de inscrição e o dossiê do artista deverão ser enviados por SEDEX/Carta Registrada (com data de postagem até 26 de abril de 2013) ou entregues diretamente no Centro Cultural Ibeu: Av. N. Sra. Copacabana, 690 – 11º andar, Copacabana – Rio de Janeiro – RJ – CEP: 22050-001. Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 10h às 18h. Contato: galeria@ibeu.org.br



CRONOGRAMA
Inscrições: 01 a 26 de abril de 2013

1ª Seleção (Avaliação de projetos)
Resultado: 29 de maio de 2013
(os artistas selecionados para a 2ª fase serão
comunicados por email)

2ª Seleção:
- Envio dos trabalhos por SEDEX/transportadora para artistas selecionados de outros municípios e estados:
de 03 a 07 de junho de 2013
- Entrega dos trabalhos dos artistas selecionados, residentes no estado do RJ, na sede do Ibeu: 10 de junho de 2013

Resultado final: 14 de junho de 2013
Abertura: 25 de julho de 2013, de 19h às 22h
Exposição: 26 de julho a 30 de agosto de 2013


GALERIA IBEU
Av. N. Sra. Copacabana, 690/2º andar, Copacabana,
Rio de Janeiro/RJ – CEP: 22050-001
Horário de funcionamento: 2ª a 6 ª, das 13h às 19h